Bíblia: Palavra viva na qual experimentamos o próprio Deus


Bíblia: Palavra viva na qual experimentamos o próprio Deus

A palavra escrita tem significados muito importantes para a vida em sociedade. Não fechamos nenhum tipo de negócio apenas oralmente, nenhum contrato, nenhuma proposta realmente séria e idônea.

Para comprovar nossa experiência profissional, temos um documento por escrito, para comprovar nossa data de nascimento e filiação, temos um outro documento, e assim por diante. A escrita serve para nos trazer confiança, pois podemos " ir e voltar ", localizar trechos, relembrar, reviver experiências boas e ruins. Enfim, a escrita faz parte de nossa humanidade e é quase impossível não manter nenhum tipo de contato com ela.

Mas o que a Palavra de Deus tem a ver com isso?

A Bíblia é a Palavra de Deus, a história de sua manifestação viva sobre a terra. Preste atenção: não é a história de um povo que viveu em um tempo e que ficou para trás. Não! É a voz de Deus, é a maneira concreta de encontrarmos a vontade dele e seu amor por nós de maneira documental.

E essa maneira documental tem funções semelhantes àquelas já citadas acima: ao ter o amor de Deus documentado, podemos levá-lo para onde formos.

Enfim, comece fazendo pouco, leia as leituras propostas pela Igreja naquele dia (a Liturgia Diária ajuda, mas devemos buscar o hábito de manusear e consultar a própria Bíblia). Quando você menos esperar, estará sentindo a necessidade de ler e meditar trechos maiores ou mesmo livros inteiros da Bíblia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário